Sáb, 27 de Junho de 2020
Rua Delfino Facchina, 61 (Cidade Ademar) - Americanópolis - São Paulo/SP - CEP 04409-080
Renuniões Públicas
Tarde 2ª,  4ª,  e Sábado: das 14hs30 às 16hs00
Noite 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª das 20hs30 às 21hs30 
Renuniões Públicas
Tarde 2ª,  4ª,  e Sábado: das 14hs30 às 16hs00
Noite 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª das 20hs30 às 21hs30 

Lindos casos do Chico



Atualizado em 28/06/2020

65- QUEM ESCREVE 
 
Um grupo de amigos de Belo Horizonte conversava, em Pedro Leopoldo, sobre as responsabilidades da palavra escrita, comentando a leviandade de muita gente que usa o lápis e a pena no campo da maldade e da calúnia... 

Daí a instantes, quando os nossos confrades entraram em oração, junto do Chico, aparece o Espírito da Poetisa Carmen Cinira, endereçando­-lhes a seguinte Mensagem.  
 
“Quem Escreve”  
Quem escreve no mundo 
É como quem semeia 
Sobre o solo fecundo. 
A inteligência brilha sempre cheia 
De possibilidades infinitas. 
Planta 
Uma ideia qualquer onde te agitas, 
Sem ela essa ideia pecadora ou santa, 
E vê­-la­-ás, a todos extensiva, 
Multiplicar­-se milagrosa e viva. 
Sem tanger as feridas e as arestas, 
Conduze com cuidado 
A pena pequenina em que te manifestas! 
Foge à volúpia das maldades nuas, 
Não condenes, não firas, não destruas... 
Porque o verbo falado 
Muita vez é disperso 
Pelo vento que flui da Fonte do Universo. 
Mas a palavra escrita 
Guarda a força infinita, 
Que traz resposta à toda a sementeira, 
Em frutos de beleza e de alegria 
Ou de mágoa sombria, 
Para os caminhos de uma vida inteira. 
Carmen Cinira
 
 LIVRO TEMA:  LINDOS CASOS... - RAMIRO GAMA