Qui, 16 de Setembro de 2021
Rua Delfino Facchina, 61 (Cidade Ademar) - Americanópolis - São Paulo/SP - CEP 04409-080
Renuniões Públicas
Tarde 2ª,  4ª,  e Sábado: das 14hs30 às 16hs00
Noite 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª das 20hs30 às 21hs30 
Renuniões Públicas
Tarde 2ª,  4ª,  e Sábado: das 14hs30 às 16hs00
Noite 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª das 20hs30 às 21hs30 

Lindos casos do Chico



Atualizado em 19/09/2021
   
 126- VER A MORTE  

 Antes da sessão do Luiz Gonzaga, alguém comentava o desencarne de um parente e o Chico pergunta-lhe: 
— Ele viu a morte? 
Todos se entreolharam sem saber o que responder.

Perguntamos-lhe, então, meio curiosos: 

— Que quer dizer, Chico, ver a morte? 
Responde-nos o bondoso médium: 
— É saber o enfermo que vai morrer. Partirá assim mais preparado para despertar, na Espiritualidade, sem outras ilusões.

Falamos-lhe do nosso querido progenitor, cujo decesso se dera a 5 de maio de 1955, e que, dias antes de partir para o Além, tinha a intuição de sua morte e a recebeu serenamente como serenamente vivera.
 
— Sim, concluiu-nos o Chico, terá sempre uma boa morte quem possuir uma consciência boa, pura, sem remorsos de haver malbaratado a bênção do tempo. 

E ficamos a nos lembrar, dando razões ao querido Padre Germano, quando afirmava: é preciso viver bem e no bem para morrer bem, ver a morte e ter um feliz despertar na Espiritualidade.
 LIVRO TEMA:  LINDOS CASOS... - RAMIRO GAMA