Sáb, 25 de Junho de 2022
Rua Delfino Facchina, 61 (Cidade Ademar) - Americanópolis - São Paulo/SP - CEP 04409-080
Renuniões Públicas
Tarde 2ª e Sábado das 14hs30 às 16hs00
Noite 4ª e 5ª das 20hs30 às 21hs30 
 
Renuniões Públicas
Tarde 2ª e Sábado das 14hs30 às 16hs00
Noite 4ª e 5ª das 20hs30 às 21hs30 
 

Evangelho

O Mestre Inesquecível - Augusto Cury



Atualizado: 25/06/2022

Vol. 5 - O Mestre Inesquecível – Cap.5
O coração dos discípulos: os solos da alma humana
396 - O sucesso o tem paralisado ou libertado?

 
Muitos líderes espirituais dão uma atenção especial a cada um dos seus ouvintes, preocupam-se com a dor que eles sentem, enquanto o número deles é pequeno. Mas, ao conquistarem milhares de ouvintes, perdem a visão de cada um, pois estes se tornam apenas números. Jesus disse:

“Eu sou o bom pastor, aquele que dá a vida por suas ovelhas” (João 10:11). A fama jamais o fez perder o contato íntimo com as pessoas. Ele conhecia cada ovelha pelo nome e se preocupava com suas necessidades individuais.

Muitos cientistas, no começo da carreira, são ousados, criativos e aventureiros. Mas, à medida que sobem na hierarquia acadêmica, sufocam sua capacidade de pensar e se tornam estéreis de ideias. Muitos executivos no auge da carreira reprimem sua coragem, perspicácia e sensibilidade.

Têm medo de correr riscos, não exploram o desconhecido. Não são capazes de enxergar os pequenos problemas que irão causar grandes transtornos no futuro.

As sementes dos espinhos estavam presentes desde a mais tenra formação da personalidade dos discípulos, como estão em todos nós. Algumas preocupações são legítimas, como a educação dos filhos, ter segurança, uma boa aposentadoria, um bom plano de saúde.

O problema ocorre quando essas preocupações nos controlam, roubam nossa tranquilidade e capacidade de decidir. Muitas pessoas são diariamente assaltadas por pensamentos perturbadores. São maravilhosas para os outros, mas tornam-se escravas dos seus pensamentos. Não sabem cuidar da sua qualidade de vida.

Eu moro dentro de uma mata. Um lugar belíssimo. Não é fácil plantar flores nesse lugar, pois as formigas as atacam com grande voracidade e os espinhos e outras plantas se multiplicam rapidamente, competindo com elas. É preciso cuidar diariamente, arrancar as ervas daninhas, afofar a terra, irrigar e suprir com nutrientes.

Do mesmo modo, precisamos cuidar do ecossistema da nossa psique. Estar atentos para diariamente remover o lixo que se acumula nos terrenos da nossa emoção e reciclar os pensamentos negativos e perturbadores que sutilmente são produzidos.

Judas foi assaltado pouco a pouco por pensamentos perturbadores, e não os superou. Nos primeiros anos, ele
jamais pensara que trairia Cristo. Judas queria que ele se voltasse contra os fariseus, mas Jesus era paciente com seus inimigos.

Judas queria que o mestre tomasse o trono político de Israel, mas ele queria o trono do coração humano. Judas admirava Jesus, mas não o entendia, não o amava. Trataremos desse assunto quando abordarmos o desenvolvimento da personalidade dos discípulos.

Os espinhos, no secreto da alma de Judas, cresceram. Como ele não os tratou, eles sufocaram os belos ensinamentos do Mestre dos Mestres. Perdemos simplicidade à medida que a vida ganha complexidade. As pessoas do mundo moderno são mais infelizes do que as do passado.

A ciência progrediu, a tecnologia deu saltos, as necessidades expandiram-se e, assim, a vida perdeu sua singeleza e poesia.

Pais e filhos são capazes de abordar técnicas complicadas, mas não sabem falar de si mesmos. Não sabem chorar e sonhar juntos. Amigos ficam anos sem se comunicar. Não temos tempo para as coisas importantes, pois estamos entulhados dentro de nós mesmos. Se não temos problemas exteriores, nós os criamos.

Jamais devemos nos esquecer de que o registro das experiências psíquicas é automático. Se não tratarmos as nossas angústias, nossas preocupações com doenças, o medo do futuro, as reações ansiosas, eles vão se depositando nos solos da memória, tornando-os ácidos e áridos. As flores não suportam essa acidez, mas os espinhos a adoram.

Quem não tem esse cuidado vai se entristecendo e adoecendo lentamente ao longo da vida, mesmo que tenha tido uma infância saudável. A vida se torna tão amarga que a pessoa não entende por que é infeliz, impaciente, tensa, ou por que possui doenças psicossomáticas.

Não há problemas exteriores, nenhuma crise familiar, financeira ou social. Tem todos os motivos do mundo para viver sorrindo, mas está angustiada. Por quê? Porque não cuidou das ervas daninhas do seu interior. A parábola do semeador contada por Jesus tem um profundo efeito educativo e terapêutico. Devemos estar alertas.

Que tipo de solo você é? Você tem cuidado das principais plantas da sua vida? Você tem plantado flores nos solos de sua memória ou os tem entulhado de lixo e preocupações?
 

Estudos dos Evangelhos

Click no link abaixo, para ver o livro desejado

 LIVRO EM ESTUDO   O MESTRE INESQUECÍVEL - AUGUSTO CURY
 LIVRO TEMA:   O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO